BLOG

Forte dos Reis Magos

Dicas de viagem

Publicado em 20 de julho de 2020 | Atualizado em 26 de março de 2021

Forte dos Reis Magos

Viajar para um destino pela primeira vez e voltar para casa sem conhecer ao menos um pouco da história do local é quase um crime, concorda? Em Natal, o Forte dos Reis Magos, além de lindo, conta a origem da capital potiguar.

Neste artigo, você vai entender por que deve incluir esse passeio em seu roteiro de viagem ao Rio Grande do Norte. Boa leitura!

O Forte dos Reis Magos é uma construção militar do século XVI, marco da fundação da cidade de Natal. Hoje, é um dos pontos da capital mais visitados pelos turistas.

Dono de uma arquitetura diferenciada e admirável, o Forte oferece uma imersão na história de Natal e ainda uma bela vista do Rio Potengi e da praia de Genipabu.

Abriga em suas dependências o Marco Colonial de Touros, monumento de 1501, que marcava o território como pertencente a Portugal. É a escultura mais antiga do Brasil.

Devido a esse e outros artigos históricos, o Forte é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Uma breve história

No final do século XVI, franceses habitavam parte do atual Nordeste brasileiro e traficavam pau-brasil.

Ao identificar essa ameaça, em 1597, portugueses e espanhóis se uniram e mandaram uma expedição, com o intuito de deter os franceses e dominar a região.

Entre as determinações das Coroas conquistadoras, estava a construção de um forte para proteger o território contra invasões futuras e uma vila nas imediações que mais tarde viria a ser a capital do Rio Grande do Norte.

O Forte começou a ser construído em 6 de janeiro de 1598, Dia de Reis na tradição católica e foi daí que veio a origem do seu nome. Já Natal, foi fundada pouco depois, em 25 de dezembro de 1599.

Holandeses atacaram o Forte dos Reis Magos em 1633 e saíram vitoriosos. Dominaram a região por 21 anos até que, em 1654, Portugal conseguiu retomar o poder.

Inclusive, nesse período de domínio holandês, o Forte passou a se chamar Castelo de Keulen e Natal, Nova Amsterdã.

Curiosidades

  • O Forte foi feito de alvenaria, pedra e cal, em forma de estrela;
  • No teto da capela, que fica no centro do Forte, há um compartimento que servia de esconderijo para armas e munição;
  • O piso do Forte tem mais de 400 anos e é original da sua construção;
  • Ao visitar o Forte, é possível conhecer a prisão localizada no chão da Fortaleza onde os prisioneiros eram lançados para morrerem afogados quando a maré subisse.

Visitação

Via de regra, o Forte dos Reis Magos é aberto à visitação do público de terça a domingo das 8h às 16h30. A entrada custa R$ 3 e internamente há guias que direcionam a visita e ambientam os visitantes.

No local, ainda são guardados artefatos antigos como armas e canhões utilizados no período colonial.

No momento, o Forte está fechado para obras e, portanto, com visitações suspensas. Porém, é possível conhecer a parte externa e apreciar a beleza da paisagem e imponência da Fortificação. Pensando em conhecer Natal? Saiba que não vai se arrepender! Entre em contato conosco e reserve passeios deliciosos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *