Neste dia 7 de agosto, o nosso amado Rio Grande do Norte está completando 517 anos de existência. E para homenageá-lo nós preparamos uma listinha com dez curiosidades da terrinha que você precisa saber. Uma lista que te fará ter mais vontade de vir nos visitar em breve.

1.Segundo a Nasa, o Rio Grande do Norte tem o segundo ar mais puro do mundo. Perde apenas para a Antártida. O que faz da visita ao RN ser um momento para limpar a alma e, também, o corpo.

1. Segundo a Nasa, o Rio Grande do Norte tem o segundo ar mais puro do mundo. Perde apenas para a Antártida. O que faz da visita ao RN ser um momento para limpar a alma e, também, o corpo.

2.A cidade de Presidente Juscelino, no interior do RN, tem uma pedreira que se formou há 3,4 bilhões de anos. É o pedaço de terra mais antigo da América do Sul. Uma bela paisagem que vale a pena conhecer.

2. A cidade de Presidente Juscelino, no interior do RN, tem uma pedreira que se formou há 3,4 bilhões de anos. É o pedaço de terra mais antigo da América do Sul. Uma bela paisagem que vale a pena conhecer.

3.O cajueiro de Pirangi é considerado o maior do mundo. Sua copa ocupa 8.500m², o que mede por volta de 70 árvores colocadas lado a lado, produzindo cerca de 60 mil cajus por safra. Parada obrigatória, principalmente para quem nos visita pela primeira vez.

3. O cajueiro de Pirangi é considerado o maior do mundo. Sua copa ocupa 8.500m², o que mede por volta de 70 árvores colocadas lado a lado, produzindo cerca de 60 mil cajus por safra. Parada obrigatória, principalmente para quem nos visita pela primeira vez.

4.A Urca do Minhoto é uma região com ondas que misturam Havaí com Indonésia, localizado próximo ao litoral do Rio Grande do Norte, em uma paisagem bucólica perto das cidades de Galinhos e Guamaré, a 29km da costa. Descoberto na década de 80 pelo surfista local Armando Diniz. Uma ótima opção para ser incluída no roteiro daqueles que gostam de adrenalina.

4. A Urca do Minhoto é uma região com ondas que misturam Havaí com Indonésia, localizado próximo ao litoral do Rio Grande do Norte, em uma paisagem bucólica perto das cidades de Galinhos e Guamaré, a 29km da costa. Descoberto na década de 80 pelo surfista local Armando Diniz. Uma ótima opção para ser incluída no roteiro daqueles que gostam de adrenalina.

5.Em 2016 a tradicional iguaria potiguar, Ginga com Tapioca, foi tombada como patrimônio imaterial da cidade do Natal, e o Mercado Público da Redinha, Patrimônio Cultural. Não tem como pisar em terras potiguares e não provar desse verdadeiro manjar dos deuses.

5. Em 2016 a tradicional iguaria potiguar, Ginga com Tapioca, foi tombada como patrimônio imaterial da cidade do Natal, e o Mercado Público da Redinha, Patrimônio Cultural. Não tem como pisar em terras potiguares e não provar desse verdadeiro manjar dos deuses.

6.Além doa famosos Parrachos de Maracajaú, Perobas e Pirangi, Natal também possui o segundo melhor ponto de mergulho de alto mar do Brasil, perdendo apenas para Fernando de Noronha. Suas águas cristalinas e riqueza na fauna e flora subaquática impressionam visitantes do mundo inteiro e continua praticamente desconhecida para os moradores locais. Que tal explorar nosso litoral além das belas praias?

6. Além dos famosos Parrachos de Maracajaú, Perobas e Pirangi, Natal também possui o segundo melhor ponto de mergulho de alto mar do Brasil, perdendo apenas para Fernando de Noronha. Suas águas cristalinas e riqueza na fauna e flora subaquática impressionam visitantes do mundo inteiro e continua praticamente desconhecida para os moradores locais. Que tal explorar nosso litoral além das belas praias?

7.Natal possui a maior frota de buggys do Brasil e do mundo. Passeios maravilhosos de buggy (com ou sem emoção) por dunas, praias e lagoas são uma das maiores atrações turísticas da capital potiguar.

7. Natal possui a maior frota de buggys do Brasil e do mundo. Passeios maravilhosos de buggy (com ou sem emoção) por dunas, praias e lagoas são uma das maiores atrações turísticas da capital potiguar.

8.O Parque Estadual Dunas do Natal “Jornalista Luiz Maria Alves” possui uma área de 1.172 hectares. Reconhecido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como parte integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Brasileira, o Parque das Dunas é considerado o maior parque urbano sobre dunas do Brasil, exercendo fundamental importância para a qualidade de vida da população natalense, contribuindo tanto na recarga do lençol freático da cidade, quanto na purificação do ar. Seu ecossistema de dunas é rico e diversificado, abrigando uma fauna e flora de grande valor bioecológico, que inclui diversas espécies em processo de extinção.

8. O Parque Estadual Dunas do Natal “Jornalista Luiz Maria Alves” possui uma área de 1.172 hectares. Reconhecido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como parte integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Brasileira, o Parque das Dunas é considerado o maior parque urbano sobre dunas do Brasil, exercendo fundamental importância para a qualidade de vida da população natalense, contribuindo tanto na recarga do lençol freático da cidade, quanto na purificação do ar. Seu ecossistema de dunas é rico e diversificado, abrigando uma fauna e flora de grande valor bioecológico, que inclui diversas espécies em processo de extinção.

9.Com projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer, O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, localizado em Natal, foi inaugurado em 21 de julho de 2008. É a primeira Unidade de Conservação Municipal objetivando preservar uma das principais áreas de recarga de água subterrânea da capital potiguar, constituindo uma das mais belas paisagens de dunas do Rio Grande do Norte. Sua estrutura conta com 6,5 km de trilhas pavimentadas, banheiros, biblioteca, auditório, centro de educação ambiental, um monumento com 45 metros de altura, constituindo memorial da cidade e mirante, além de programações culturais para toda a família.

9. Com projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer, O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, localizado em Natal, foi inaugurado em 21 de julho de 2008. É a primeira Unidade de Conservação Municipal objetivando preservar uma das principais áreas de recarga de água subterrânea da capital potiguar, constituindo uma das mais belas paisagens de dunas do Rio Grande do Norte. Sua estrutura conta com 6,5 km de trilhas pavimentadas, banheiros, biblioteca, auditório, centro de educação ambiental, um monumento com 45 metros de altura, constituindo memorial da cidade e mirante, além de programações culturais para toda a família.

10.A cidade de Mossoró realiza uma das maiores festas juninas do Nordeste brasileiro, o Mossoró Cidade Junina. Um grande evento com quadrilhas, apresentações musicais, além de barracas com comidas típicas e projetos culturais, que chega a atrair mais de um milhão de turistas.

10. A cidade de Mossoró realiza uma das maiores festas juninas do Nordeste brasileiro, o Mossoró Cidade Junina. Um grande evento com quadrilhas, apresentações musicais, além de barracas com comidas típicas e projetos culturais, que chega a atrair mais de um milhão de turistas.

Fonte : SITE ABIH