Criado em 2008, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte se consolidou com uma das principais opções de lazer, diversão, prática esportiva, educação ambiental e qualidade de vida para o natalense. Com uma área de 148 hectares, a unidade de conservação está inserida numa Zona de Proteção Ambiental, mantendo características primitivas da Mata Atlântica. Esses fatores foram fundamentais para que a Unesco (organismo da ONU para a educação, ciência e cultura) concedesse ao parque natalense o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Uma boa notícia que a cidade recebeu às vésperas da Semana do Meio Ambiente.

Os Postos Avançados são centros de divulgação de ideias, conceitos, programas e projetos desenvolvidos pela Reserva da Biosfera da Mata Atlântica gerida por um conselho nacional formado por representantes de instituições públicas, de organizações da sociedade civil e da população residente. De acordo com as normas, para ser um Posto Avançado aprovado pelo conselho, é necessário que a instituição desenvolva, pelo menos, duas das três funções básicas da Reserva nos campos da proteção da biodiversidade, do desenvolvimento sustentável e do conhecimento científico e tradicional sobre a Mata Atlântica.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, exalta o título obtido pelo Parque da Cidade. Ele recebeu em seu gabinete no Palácio Felipe Camarão o biólogo e conselheiro do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Boisbaudran Imperiano. Durante o encontro, o chefe do Executivo municipal enalteceu a importância da escolha e reforçou o compromisso da gestão em seguir com políticas públicas que promovam o desenvolvimento sustentável, preservando seus ecossistemas e criando cada vez mais espaços onde homem e natureza possam caminhar juntos de forma harmônica.

“Recebemos essa notícia com muita felicidade, mas ao mesmo tempo o reconhecimento como posto avançado aumenta a nossa responsabilidade. Sabemos que a causa ambiental é uma das agendas prioritárias para qualquer gestor, sobretudo em uma cidade como Natal, que tem uma diversidade ambiental muito grande. O respeito à natureza é um lema claro da nossa administração e vamos trabalhar para que o Parque da Cidade renove o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica”, afirma o prefeito, que abriu na segunda-feira passada (3) a programação especial da Semana do Meio-Ambiente de Natal.

O biólogo Boisbaudran Imperiano participou da solenidade no início da semana e parabenizou a Prefeitura por executar uma política ambiental moderna, respeitando a natureza. Ele classificou o Parque da Cidade como uma verdadeira joia encravada no coração de Natal. “O valor desse patrimônio é imensurável não à toa que a Unesco concedeu esse título. O Parque tem cumprido de maneira exemplar com as três funções básicas da reserva da biosfera, que são: manutenção da biodiversidade, difusão do conhecimento científico com pesquisas realizadas e a difusão de conhecimento por meio da Educação ambiental”.

O título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, concedido pela Unesco tem validade de quatro anos, mas pode ser renovado. Para isso, a instituição deve se esforçar para cumprir as regras no sentido de continuar trabalhando para a proteção do meio ambiente e para o desenvolvimento científica sustentável. A Reserva da Biosfera é um modelo, adotado internacionalmente, de gestão integrada, participativa e sustentável dos recursos naturais, com os seguintes objetivos básicos: preservação da diversidade biológica, desenvolvimento de atividades de pesquisa, monitoramento ambiental, educação ambiental, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das populações, reconhecida pelo Programa Intergovernamental “O Homem e a Biosfera”, estabelecido pela Unesco, organização da qual o Brasil é membro.

Fonte: Prefeitura do Natal.